material para desenho realista

Material para desenho realista: 13 principais materiais

Para quem está começando a fazer desenhos realistas preto e branco pode surgir a dúvida sobre quais materiais utilizar, quais desses materiais são mais importantes e como utilizá-los em seu desenho. Neste post apresento 13 materiais que são imprescindíveis para seu desenho realista, além de abordar as melhores marcas para se comprar, analisar o custo benefício de cada material e sugerir ainda algumas opções mais baratas e caseiras.

Introdução

Um dos maiores problemas para quem quer começar a desenhar é conhecer os materiais que se deve usar. Primeiramente é importantíssimo saber que tipo de desenho você quer fazer, qual o estilo que você pretende seguir.


Caso seu maior interesse seja fazer desenhos realistas preto e branco, então você deve começar a se informar acerca de quais os melhores lápis para se usar nesse tipo de trabalho, quais os melhores tipos de papel, quais os melhores tipos de borracha e por aí vai.

Naturalmente que você não vai usar todos os materiais de uma vez, logo no primeiro desenho. O caminho que eu considero melhor é começar a fazer desenhos realistas com materiais simples e básicos, e aos poucos ir acrescentando um ou outro material diferente, uma técnica a mais, e de pouquinho em pouquinho ir deixando sua arte mais refinada.


Seguindo essa lógica, dividirei os materiais apresentados neste post em Material para desenho Realista Básico e Material para Desenho Realista Avançado, onde o primeiro aborda os materiais que considero indispensáveis para se começar a fazer desenhos realistas, e o segundo aborda materiais que não são imprescindíveis, mas que fazem toda a diferença em seu desenho, deixando-o mais completo e rebuscado.

Material para Desenho Realista Básico

De forma resumida, os materiais básicos usados no desenho realista são so seguintes:

  • lápis;
  • borracha;
  • papel;
  • esfuminho.

Exatamente, apenas quatro materiais. Dentro de cada um desses tópicos veremos que existem sub-tópicos, ou seja, diferentes tipos de borracha, de lápis e de papel. Quanto ao esfuminho, veremos que tem diferentes tipos de materiais que podem ser usados com o intuito de esfumar o desenho, de forma que o esfuminho é só uma opção mais usual.

Lápis grafite

O lápis de grafite é o mais adequado para iniciantes no desenho realista, visto que é mais fácil de se trabalhar com esse tipo de material do que com carvão, a meu ver. O grafite possui uma coloração mais acinzentada do que o carvão, fazendo com que seja um pouco mais difícil escurecer o desenho em alguns casos. Por outro lado, o carvão costuma se espalhar com facilidade no papel, tornando sua manipulação um pouco mais difícil do que a do grafite.


A intensidade da cor do seu lápis grafite vai variar em função da escala H e B.


H significa dureza (Hard, em inglês), e o B significa o quão escuro seu lápis será (B de Black, em inglês). Assim, quanto mais duro um lápis, menos escuro ele será, e quanto mais escuro um lápis, menos duro ele será.


O lápis 10H (nem toda marca de lápis terá essa gradação) será o mais duro e claro que você encontrará. O 9H será um pouco mais escuro, o 8H mais ainda, e assim sucessivamente, até chegarmos na gradação H.


O lápis B, por sua vez, será mais escuro do que o H, e o 2B será mais escuro ainda, de forma que o lápis 10B será o mais escuro que você encontrará.


Nem toda marca de lápis possuirá todas essas gradações. Algumas marcas podem ir só até o 8B, por exemplo. O que importa aqui é entender a lógica das gradações H e B dos lápis.

Quais lápis comprar?

A meu ver, quanto mais lápis melhor, de diferentes gradações e marcas. Ao utilizar lápis diferentes, você vai sentindo como cada um se comporta no papel que voce está usando, permitindo que sua percepção se desenvolva muito mais rápido.


Como os recursos financeiros do brasileiro geralmente são finitos e não muito abundantes, recomendo fortemente que você compre um lápis H ou HB, para fazer traços claros, um lápis 2B para fazer meio tons e , por fim, um 4B ou 6B para fazer tons escuros. Com esses dois últimos já será possível fazer tons muito escuros, sem necessidade de um lápis 8B ou carvão.


Resumindo, os tipos de lápis que recomendo que você tenha:

  • H ou HB;
  • 2B;
  • 4B ou 6B.

Quais marcas devo usar?

Com relação à marca, há mais de uma marca boa para se começar, sendo que eu gosto de recomendar a Staedtler. Os lápis da Staedtler costumam ser da cor azul e tem um grafite muito bom que dificilmente quebra quando estou apontando os lápis. Eu já até deixei alguns lápis cair no chão e, ainda assim, o grafite continuou inteirinho. Somado a isso, raras foram as vezes em que esses lápis marcaram meu papel, ou que apresentaram algum tipo de imperfeição no grafite (algumas pedrinhas mais duras, por exemplo). Além disso, pessoalmente acho fácil de se trabalhar com lápis Staedtler, me adaptei muito bem a essa marca.


Por isso tudo recomendo a Staedtler, mas reconheço que essa marca é um pouco mais cara. Na falta de dinheiro, compre Faber Castel mesmo, que nos permite fazer ótimos desenhos. Um lápis H, 2B e 6B da Faber Castel estariam ótimos para começar.


Outra marca que acho muito boa é a Caran D’Ache, que se não me engano é francesa. Comprei dois lápis dessa marca, um 2H e um H, e eles tem se mostrado ótimos para fazer o traço de meus desenhos. Da mesma forma que a Staedtler, os lápis da Caran D’Ache são um pouquinho mais caros.


Uma última marca que gostei muito de usar é a Koh-i-Nor Hardtmuth, que é da República Tcheca. Ganhei um lápis 3B dessa marca e consegui fazer desenhos completos usando somente esse lápis, papel e borracha. Só com o 3B da Toison D’Or eu pude fazer os traços claros, os tons médios e os tons escuros. Se você só tem dinheiro para comprar um único lápis, compre um Toison D’Or 3B. Na figura abaixo temos o Caran D’Ache (o cinza), Toison D’Or (o pretinho) e Staedtler (o azulzinho).

lapis para desenhos realistas - Material para desenho realista: 13 principais materiais

Borracha para desenho realista

Um grande equívoco que muita gente pode fazer com relação ao uso da borracha é achar que ela será usada majoritariamente para apagar erros no desenho, quando na verdade ela será usada para criar e reforçar brilhos. Claro que podemos usá-la para apagar erros, mas essa não será a principal função dela.


Dito isso, para criar e reforçar brilhos geralmente precisamos de uma borracha fina e delicada, já que esses detalhes claros muitas vezes são pequenos e discretos.

Seguem alguns tipos de borracha que recomendo o uso.

Caneta borracha

caneta borracha para desenhos realistas - Material para desenho realista: 13 principais materiais

Por isso, recomendo muito que você use uma caneta borracha. Esse material para desenho realista é uma espécie de lapiseira, onde se coloca um pequeno bastão de borracha no lugar do grafite. Assim como acontece com as lapiseiras, o diâmetro da borracha vai variar. Eu comprei uma caneta borracha de 2.3mm, que é bem fininha, ótima para fazer detalhes nos desenhos, inclusive fios de cabelo. Recomendo a marca Tombow.

Borracha limpa tipos

Esse tipo de borracha é muito bom para se desenhar. É um material muito flexível, que pode ser modelado para ficar em qualquer formato que você queira, além de que apaga tudo muito bem. Assim, podemos modela-la de forma que fique com uma ponta bem fina, o que seria ideal para clarear pequenas áreas. Podemos ainda passá-la em cima do desenho, em uma grande área, com a mão bem leve, para clarear essa área como um todo. As formas de se usar são inúmeras.

limpa tipos KOH I NOOR - Material para desenho realista: 13 principais materiais

Infelizmente eu perdi a minha limpa tipos, então a imagem ao lado é de uma borracha que não é a minha. A marca que eu usava era exatamente essa: Koh-i-Nor Hardtmuth. Recomendo muito o uso desse material, apesar de que não tenho usado nos últimos desenhos.

Caneta borracha elétrica

Esse último tipo de borracha é bem semelhante à caneta borracha citada mais acima, exceto pelo fato de que ela é elétrica. Colocamos uma pilha nessa borracha e, quando apertamos o botão na lateral dela, a ponta da borracha gira, apagando com grandessíssima eficácia o desenho.

caneta borracha elétrica para desenhos realistas - Material para desenho realista: 13 principais materiais

É uma ótima borracha para se criar áreas muito claras no desenho, sendo que deve ser usada com cautela, já que sua capacidade de apagar tudo o que vê pela frente é muito grande. Somado a isso, é um pouco difícil de se controla essa borracha, já que ela fica girando e isso pode tirar o papel do lugar.

Recomendo que, caso você resolva usá-la, segure o papel com firmeza e deixe a ponta da borracha bem fininha, para clarear apenas uma área pequena de forma bem controlada.

Quais borrachas devo comprar?

De todas as borrachas que citei no tópico anterior, considero mais importante ter a caneta borracha normal. Com ela você pode fazer a grande maioria dos desenhos com alta qualidade. Se quiser ter uma borracha escolar comum para apagar áreas grandes do desenho que tenham saído errado, fique a vontade também.

Com relação à marca, recomendo que você compre uma caneta borracha da marca Tombow. A que eu uso é a caneta borracha MonoZero, da citada marca, de 2.3 milímetros. Escolhi usar a caneta borracha de 2.3 milímetros porque foi a menor espessura que achei. Se você quiser usar uma caneta borracha de espessura maior, isso fica totalmente a seu critério.

Minha intenção não é desmotivar ninguém a comprar outras borrachas, eu só acho realmente muito mais fácil usar a caneta borracha do que a limpa tipos ou a caneta borracha elétrica. Recomendo, no entanto, que você compre todas em algum momento e tente trabalhar com diferentes materiais, para ir se aperfeiçoando cada vez mais.

Com relação à limpa tipos, eu já usei esse tipo de borracha da marca Derwent e também da marca Staedtler. Ambas eram muito boas.

Com relação à caneta borracha elétrica, costumo usar da marca Derwent, e os resultados tem sido muito positivos.

Papel para desenho realista

Para se fazer desenhos realistas é necessário ter um papel liso, já que papéis mais ásperos costumam conferir certa textura aos desenhos, deixando-os mais estilizados.

papel canson xl bristol para desenhos realistas - Material para desenho realista: 13 principais materiais

Levando isso em conta, um papel que recomendo muito para o desenho realista é o Canson XL Bristol (figura ao lado), que é bem liso e, o melhor de tudo, é razoavelmente barato. Usei esse papel para fazer muitos desenhos e os resultados foram positivos demais.

Outro papel que acho muito bom são os da marca Fabriano, em especial o Fabriano 4L, que é bem lisinho também. Esse papel, também usado por mim, foi um dos melhores até o momento. O único lado ruim do papel Fabriano 4L é o preço, que sobe um pouquinho quando comparado com o Canson XL Bristol.

papel lana bristol para desenho realista - Material para desenho realista: 13 principais materiais

Por fim, um papel que experimentei uma única vez e achei sensacional, temos o Lana Bristol (figura ao lado), que também é muito liso, até mais do que os outros dois citados acima. O Lana é um papel mais grosso, que aceita muitas camadas de grafite e, justamente por isso, é bom de se trabalhar e é o meu papel de desenho preferido até o momento. É necessário ter cuidado ao desenhar sobre ele, já que por ser muito liso é fácil espalhar o grafite e borrar o desenho. O lado ruim dele é que é o mais caro dos três papéis! Mas acredite, vale a pena, recomendo muito.

Esfuminho para desenho realista

O esfuminho é um rolinho de papel, geralmente bem macio, usado para esfumar o desenho, dando uma textura mais lisa e homogênea às sombras, sendo essencial em minha opinião para se fazer desenhos realistas, que ficam com traços menos rústicos e mais suaves.

Os esfuminhos são numerados de 1 a 6, onde 1 representa um esfuminho bem fino e 6 representa um esfuminho bem grosso. Eu gosto de usar o esfuminho 1 para áreas bem pequenas e o esfuminho 3 para áreas maiores. Tenho também um esfuminho 5 que uso de vez em quando para áreas realmente grandes.

Se você quiser comprar um único esfuminho, recomendo fortemente que você escolha o esfuminho 3, que não é nem fino nem grosso, podendo portanto ser usado em áreas menores e também em áreas maiores. É um instrumento mais versátil.

esfuminho para desenho - Material para desenho realista: 13 principais materiais

Deve ser ressaltado que sempre que usarmos demais o esfuminho ele ficará sujo, com a ponta cheia de grafite. Isso pode atrapalhar você na hora de esfumar alguma parte mais clara, se fazendo necessário limpar com frequência a ponta do seu esfuminho. Para isso, você deve usar preferencialmente uma lixa. Se não tiver uma lixa, pode usar um apontador ou até mesmo alguma lâmina, como um estilete.

Se você puder comprar mais de um esfuminho, recomendo os números 1, 3 e 5. Com relação às marcas do esfuminho, eu gosto muito da Derwent e Sinoart.

Material para desenho realista avançado

Os materiais apresentados até este momento são aqueles que considero essenciais para se fazer desenho realista. Os materiais que citarei a partir deste ponto não são imprescindíveis a meu ver, mas ajudam muito a melhorar a qualidade do seu desenho, elevando sua arte a um outro nível.

Carvão: ótimo material para desenho realista

O primeiro material desta segunda lista é o carvão. Esse material é ótimo para desenhos realistas, uma vez que permite atingir tons muito escuros, conferindo ao seu desenho mais profundidade. Além disso, costuma ser fácil de espalhar no papel, possibilitando cobrir áreas grandes com a cor preta em pouco tempo.

Existe mais de uma forma de se trabalhar com carvão. Podemos usar bastões de carvão vegetal, podemos usar pó de carvão com um pincel, ou podemos ainda usar lápis de carvão. Cada caso vai dar um efeito diferente ao desenho, cabendo a você escolher a melhor técnica.

Bastão de carvão vegetal

O bastão de carvão vegetal é exatamente o que o nome sugere: bastõezinhos de carvão que você pode usar no seu desenho.

desenhar preto e branco barras de carvao vegetal 1024x861 - Material para desenho realista: 13 principais materiais

Ao usar esse tipo de material devemos ter cuidado, já que o carvão irá se espalhar muito facilmente sobre a superfície do papel e será borrado com o mais suave toque. Geralmente, quando estamos fazendo desenhos a grafite, colocamos uma folha de papel sulfite embaixo da mão que está desenhando, para evitar passar a mão sobre o desenho e acabar borrando-o. Isso não funciona com o carvão! Evite ao máximo botar qualquer coisa sobre o carvão, inclusive sua mão.

Como vantagem temos um desenho que será feito muito rapidamente. O carvão permite preencher áreas grandes do papel em pouco tempo.

Eu costumo (ou costumava, há alguns anos atrás) usar bastões de carvão vegetal da marca Corfix, conforme o da figura acima.

Lápis de carvão

Diferentemente dos bastões de carvão, o lápis possui muitas vezes um tipo de óleo, o que faz com que o carvão fique um pouco mais imóvel no papel, facilitando o desenho.

É uma ótima opção usar lápis a carvão caso você queira desenhar usando grafite também, já que podemos fazer áreas mais claras do desenho usando grafite e deixar o lápis de carvão para espaços mais escuros.

Apesar de borrar menos, ainda assim é importante ter cuidado com o lápis carvão. Se passarmos a mão ou algum objeto em cima, é provável que o carvão se espalhe e borre seu desenho.

Um lápis de carvão que gosto muito é o Gioconda Negro, ou ainda o Nero Cretacolor (figura abaixo). Usei lápis de carvão somente em um desenho, mas o resultado foi bem legal. Um detalhe, em relação ao Nero Cretacolor, é que ele possui as gradações hard, medium, soft e extrasoft, onde o hard apresenta maior dureza e o extrasoft apresenta maior maciez e tom de negro mais profundo.

desenhar preto e branco lapis nero cretacolor 975x1024 - Material para desenho realista: 13 principais materiais

Pó de carvão

O pó de carvão não é necessariamente um material de desenho, é mais uma técnica, ou uma forma de usar o carvão. O que eu gosto de fazer é pegar os bastões de carvão vegetal e esfregá-los numa lixa com força, deixando cair o pó de carvão em cima de uma folha de papel. Depois disso eu pego um pincel bem macio – muita gente usa pincel de maquiagem mesmo – e o sujo um pouco no pó de carvão. Em seguida, é só passar o pincel sobre o desenho e escurecê-lo a vontade.

Essa técnica requer certa habilidade e prática, já que de todas as formas de se usar carvão, essa é a mais fácil de se borrar, na minha opinião.

De qualquer forma, essa técnica cai muito bem com desenho a grafite, usando o pó de carvão para escurecer áreas grandes, criando assim desenhos muito impressionantes.

Papel higiênico como material de desenho realista

O papel higiênico é ótima para ser usado como material de desenho, e isso é uma novidade para muito gente. Se você não tem um esfuminho, pode usar pedaços de papel higiênico para esfumar seu desenho.

papel higienico desenho realista - Material para desenho realista: 13 principais materiais

Devemos ter cuidado com esse esfumado porque, geralmente, o papel higiênico espalha muito grafite, e mais ainda o carvão, sobre o papel. Se optamos por usar o papel higiênico devemos fazer pouca pressão sobre o papel e os movimentos devem ser lentos e calculados.

Quanto a marca do papel higiênico, o Neve ou qualquer outro que seja bem macio já serve muito bem.

Quanto a forma de usar, recomendo que você dobre bem o papel até ter uma ponta fina, a qual você passará sobre o desenho. Você pode, ainda, embrulhar seu próprio dedo no papel higiênico e depois passar o dedo sobre o desenho. As duas formas funcionam muito bem.

Pincel para fazer desenho realista

Um material um pouco inusitado é o pincel. Ele pode ser usado para ajudar o grafite ou o carvão a penetrar nos poros do papel, esfumando o desenho de forma muito eficaz. Diferentemente do papel higiênico e do esfuminho, o pincel não apaga as texturas do seu desenho, o que faz dele um ótimo material para esfumar suavemente o desenho.

pincel para desenhar - Material para desenho realista: 13 principais materiais

Pessoalmente eu uso muito o pincel para desenhar cabelos humanos. Costumo fazer o esboço do cabelo, passo um grafite 4B por cima, caso o cabelo seja escuro, e depois passo o pincel para deixar o grafite bem espalhado, sem no entanto perder a textura e os traços das mechas de cabelo.

Costumo usar o pincel também quando desenho madeira e alguns outros materiais. Você precisa experimentar para entender como o efeito do pincel é bom e, muitas vezes, preferível ao papel higiênico e ao esfuminho.

A forma de usar o pincel é um pouco diferente do habitual. Iremos pegar uma tesoura e cortar as cerdas do pincel, de forma que fiquem curtas, igual o da imagem acima. Cerdas curtas ficam mais rígidas e melhores para se passar sobre o papel com grafite.

Lapiseira – um material quase indispensável

lapiseira para desenho realista 452x1024 - Material para desenho realista: 13 principais materiais

Um material que uso sempre e, em minha opinião, é quase indispensável para o desenho realista, é a lapiseira. Não qualquer lapiseira, mas uma que tenha a ponta bem fina, de espessura 0.5. O grafite que eu costumo usar é o 4B, e a marca da lapiseira que uso é Pentel.

Essa combinação é muito boa para se desenhar pequenos detalhes escuros em seus desenhos, como por exemplo fios de cabelo (eu uso muito a lapiseira para desenhar cabelos lisos e negros), detalhes da pele humana, textura de alguns materiais, como madeira, efeito cromado em metais e materiais reluzentes, entre muitas outras aplicabilidades. Recomendo muito!

Caso você queira economizar, a lapiseira pode ser substituída por um lápis 4B ou 2B muito bem apontado. O problema do lápis é que ele costuma perder rapidamente a ponta, ficando com o traço grosso em pouco tempo, forçando a gente a apontá-lo toda hora. Com a lapiseira isso não acontece, já que sua ponta é naturalmente fina e, se o traço ficar um pouco mais grosso, basta rodar um pouco a lapiseira e riscar com outro lado do grafite.

Canivete ou estilete

O canivete ou o estilete não são essenciais para o desenho realista, mas fazem uma diferença enorme. Com essas ferramentas você pode apontar seus lápis de um jeito mais eficaz, deixando a ponta mais alongada do que quando apontamos com um apontador.

A vantagem da ponta alongada reside no fato de que podemos sombrear nosso desenho de forma mais eficaz. Ao segurarmos um lápis com a ponta bem fina e alongada de maneira inclinada, as vezes com o lápis quase deitado na horizontal, podemos cobrir uma área muito maior ao sombrear, facilitando o sombreamento.

Alguns desenhistas preferem usar um apontador normal, ou ainda um daqueles apontadores de mesa antigos. Eu prefiro usar um estilete ou uma lâmina qualquer para apontar meus lápis.

Ultimamente tenho usado um canivete porque meu estilete quebrou, mas recomendo fortemente que vocês usem um estilete. É a melhor ferramenta para apontar os lápis.

Com relação aos lápis de carvão, devemos ter mais cuidado ao apontá-los com o estilete, já que o carvão costuma ser mais maleável do que o grafite, podendo se quebrar durante o apontamento. Apoie seu dedo embaixo da ponta, dando suporte à ela e evitando quebrá-la com a outra mão que segura o estilete.

se você for usar outra lâmina diferente do estilete, assegure-se de que ela esteja muito bem afiada!

Boleador

desenho usando boleador - Material para desenho realista: 13 principais materiais

Quando se trata de material para desenho realista, o boleador pode ser usado para fazer sulcos no papel e, quando passamos grafite por cima, a área onde passamos o boleador fica branca, já que o grafite não alcança o interior do sulco. Veja o efeito na figura ao lado.

Essa ferramenta consiste em um bastãozinho de madeira com uma ponta de metal. Na extremidade da ponta de metal temos uma bolinha metálica, que é o que usamos para fazer sulcos no papel.

boleador para desenho - Material para desenho realista: 13 principais materiais

Geralmente passamos o boleador sobre o papel, enquanto o papel ainda está branco, e só depois começamos a passar algumas camadas de grafite. Uma coisa que devemos nos atentar é para o tamanho da bolinha na ponta dos boleadores. Existem boleadores de tamanhos variados, e nós devemos levar isso em consideração para não fazer traços muito finos ou muito grossos.

Quanto à marca, recomendo Sinoart. Encontrei há algum tempo um kit da Sinoart contendo boleadores de várias espessuras por uns 30 reais só.

Reforço que esse material é muito bom de usar mesmo, especialmente se você for desenhar pelos e barbas brancas. O efeito fica ótimo!

Nanquim como material para desenho realista

O desenho realista pode se feito utilizando materiais variados e a tinta nanquim é o mais inusitado deles. Excepcionalmente, em alguns desenhos, podemos fazer detalhes muito, mas muito escuros mesmo, usando tinta nanquim. Fazer esses detalhes com tinta permite deixá-los ais nítidos e bem definidos, contribuindo muito para o realismo.

Caneta nanquim

A caneta nanquim é ótima para quem quer aplicar a técnica mista de desenho preto e branco usando nanquim e/ou grafite e/ou carvão. Com ela é mais fácil controlar o traço que você fará com a tinta, criando um efeito realista muito bom.

caneta nanquim mitsubishi para desenhos realistas - Material para desenho realista: 13 principais materiais

Tome cuidado somente para não fazer muitos detalhes com a caneta nanquim. Isso poderia deixar seu desenho escuro demais, não realista. Tem que ter muito bom senso ao usar nanquim em conjunto com grafite e carvão.

Eu já vi um desenhista usando a caneta nanquim para desenhar cílios de um olho. Achei essa uma ótima aplicação.

Com relação à marca, recomendo comprar a mesma que eu uso, a Mitsubishi. Eu dou preferência a canetas com a ponta bem fina, 0.3 ou até menor.

Tinta nanquim e bico de pena

Esse material aqui vale ser citado por ser muito tradicional no desenho a nanquim, mas assumo que dificilmente você verá alguém usando um bico de pena e tinta nanquim em um desenho realista. A aplicação seria a mesma da caneta nanquim, sendo que o bico de pena é muito mais difícil de se manusear do que a caneta.

O desenhista precisaria molhar o bico de pena o tempo todo na tinta, tomando sempre cuidado para não fazer muita força e acabar criando traços muito grossos. Outro problema seria o fato de que o bico de pena pode espirrar tinta, caso você não saiba manuseá-lo direito.

Ainda assim, poderia ser usado para fazer áreas bem escuras de seu desenho. Se você não sabe o que é um bico de pena, recomendo olhar esse artigo onde eu falo um pouco sobre técnicas para se fazer desenhos preto e branco. Lá é abordado o nanquim e o bico de pena, além de entrar em detalhes sobre algumas técnicas mistas de desenho, dentre elas o nanquim em conjunto com grafite e carvão.

Caneta gel branca como material para desenho realista

Da mesma forma que podemos usar caneta nanquim e tinta nanquim para desenhar detalhes muito escuros, podemos também usar uma caneta branca para fazer pequenos detalhes claros, como brilhos e luzes fortes. Naturalmente que o contraste será enorme, então todo o cuidado que teríamos com a caneta nanquim também é válido com a caneta gel branca.

caneta gel branca - Material para desenho realista: 13 principais materiais

Eu a usei uma única vez em um desenho de um olho, onde havia um brilho muito forte perto da parte de baixo do olho. Ficou muito bom!

Geralmente o uso que dou para a caneta gel branca não é no desenho propriamente dito, mas na minha assinatura. Mais de uma vez eu já assinei meu nome em branco sobre um fundo preto. Ótimo contraste, ótimo jeito de assinar seus desenhos 😉

Recomendo a marca Mitsubishi mais uma vez.

Spray fixador

Um último material para desenho realista que acho importantíssimo citar é o spray fixador. Esse spray é usado ao final do desenho para proteger o desenho. Depois que passamos o spray, não dá para desenhar mais, é como se fosse colocada uma fina camada de plástico sobre o desenho, impedindo também que ele borre caso alguém passe a mão ou algum objeto por cima.

Esse tipo de procedimento ajuda muito a manter seus desenhos intactos depois que você os termina, principalmente se você não pretende enquadrá-los. Deixar os desenhos numa pasta pode, no longo prazo, acabar borrando eles, principalmente se você ficar manuseando muito.

Destaco ainda que quando se trata de desenho a carvão, o spray fixador se torna um material indispensável, já que o carvão borra com muita facilidade. Muitos desenhos meus antigos que foram feitos a carvão acabaram borrando em vários pedaços porque não botei spray na época.

Com relação à marca, recomendo a Acrilex, que tem mostrado resultados muito positivos comigo.

finalizando o desenho com spray fixador 1 768x1024 - Material para desenho realista: 13 principais materiais

Resumo

Foram apresentados 13 materiais de desenho realista divididos em dois grandes grupos: materiais básicos e materiais avançados. Dentre os materiais básicos temos:

  • Lápis grafite H, 2B e 4B, com destaque para as marcas Staedtler, Caran D’Ache e Koh-i-Nor Hardtmuth;
  • A caneta borracha, borracha elétrica ou, ainda, a borracha limpa tipos, destacando as marcas Tombow, Derwent e Koh-i-Nor Hardtmuth;
  • Papéis para desenho realista, com destaque para as marcas Canson, Fabriano e Lana;
  • Esfuminhos, com destaque para as marcas Derwent e Sinoart.

Em relação aos materiais de desenho avançados, os seguintes foram recomendados:

  • Bastões ou lápis de carvão das marcas Corfix, Gioconda Negro, ou ainda o Nero Cretacolor;
  • Papel higiênico (sim, faz muita falta!);
  • Pincel com cerdas curtas;
  • Lapiseira 0.5, de preferência da marca Pentel, com grafite 4B para fazer detalhes escuros;
  • Canivete ou estilete para apontar seus lápis;
  • Boleador, especialmente da marca Sinoart;
  • Caneta nanquim, da marca Mitsubishi;
  • Caneta gel branca, também da marca Mitsubishi;
  • Spray fixador, recomendado da marca Acrilex.

As marcas não precisam ser exatamente essas, mas são essas as que eu uso e aprovo totalmente.

Caso você queira referências para treinar seu desenho realista, você pode baixar 265 fotografias para usar como referência de seus desenhos. As fotografias disponibilizadas foram recolhidas por mim, não possuem direitos autorais e podem ser usadas como você bem quiser 😉

Caso esteja procurando um curso online de qualidade para aprender inúmeras técnicas de desenho realista e dominar todos esses materiais, recomendo o curso Reginaldo Artes, que me ajudou muito a fazer desenhos realistas 😉

Gostou do artigo? Compartilhe com quem gosta de desenho 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *