desenhar preto e branco

Desenhar preto e branco – as 3 Principais Formas

Se você quer começar a fazer desenhos preto e branco mas não conhece as melhores técnicas, ou não sabe por onde começar, este artigo dá algumas ideias para você. Mais especificamente, o post vai dar exatamente 3 idéias de como começar a fazer desenhos preto e branco, detalhando um pouco algumas dessas técnicas. Uma 4ª forma de se desenhar preto e branco ainda é apresentada ao final do post, envolvendo as 3 ideias principais.

Vale ressaltar que as técnicas podem, ainda, ser misturadas, criando seu estilo próprio de desenho.

Noções Iniciais

Muitos desenhos preto e branco que se vê por aí são lindos, super refinados. Existem inúmeras formas de se desenhar preto e branco e, dentre elas, podemos destacar desenhos a grafite, desenhos a carvão, desenhos a nanquim, pinturas e até mesmo ilustrações digitais.

Esse blog aqui foca principalmente em desenhos feitos a mão, de forma que pinturas e arte digital não serão somente citadas neste post.

Temos então três formas, que considero as mais importantes, de se desenhar preto e branco: grafite, carvão e nanquim. Antes de se aprofundar nessas técnicas, no entanto, devemos ter em mente que, independentemente do material que iremos usar, temos que esboçar o desenho.

Esboçando / Fazendo o traço

O primeiro passo para se desenhar preto e branco é esboçar ou fazer o traço do desenho. O esboço são os contornos aproximados do seu desenho, enquanto que o traço é a marcação quase que exata das linhas do seu desenho, com total respeito à referência.

Você pode optar por fazer o esboço das seguintes maneiras:

Você pode também optar por fazer o traço de seu desenho das seguintes formas:

Desenhos que não sigam nenhuma referência, baseados somente na imaginação do autor, devem ser esboçados usando formas geométricas aproximadas, já que essa técnica é de fácil assimilação, além de ser muito prática.

Artes mais realistas devem ser feitos utilizando alguma técnica mais eficaz para fazer o traço, como o decalque ou a mesa de luz.

Desenhos mais livres, com referência, podem usar as técnicas quadriculado, formas geométricas e/ou a técnica de Bargue ( a qual recomendo muito).

Outros conhecimentos iniciais

Além de possuir conhecimentos em esboço e em traço, é interessante que o desenhista entenda um pouco também sobre ponto de fuga e materiais de desenho, em geral. Com relação ao ponto de fuga, você pode encontrar mais informações neste artigo aqui. Com relação aos materiais de desenho, os principais materiais usados serão abordados ao longo do artigo.

Entendido esse início, podemos falar sobre as técnicas de desenho preto e branco que mais se destacam.

Primeira Forma: Desenhar preto e branco com grafite

A primeira maneira de se desenhar preto e branco que considero relevante, e que é a minha preferida, são os desenhos a grafite.

Nessa categoria, é importante que você tenha algumas habilidades, notadamente a capacidade de sombrear bem seu desenho.

O sombreamento é muito importante nos desenhos a grafite, conferindo profundidade e efeitos variados à sua arte.

Sombreamento

Após o esboço/traço de seu desenho, comece a sombrear de forma que sua mão não fique roçando em cima de áreas já sombreadas.

Uma forma de evitar isso é começar a sombrear da esquerda para direita (se você for destro) ou da direita para esquerda (se você for canhoto). Ajuda também sombrear o desenho de cima para baixo.

desenhando com papel sulfite entre a mao e o papel - Desenhar preto e branco - as 3 Principais Formas

Outra forma de se evitar que sua mão manche seu desenho é colocar, embaixo da mão que segura o lápis, uma folha de papel sulfite. Esse papel ficará em contato com o desenho no lugar de sua mão, evitando borrar muito as áreas já sombreadas, conforme a imagem acima.

Sombreamento – usando esfuminho

Para fazer um sombreamento eficiente, é interessante usar algumas ferramentas e técnicas específicas. O esfuminho é um excelente aliado. Essa ferramenta pode ser passada em cima do desenho, suavemente sempre, eliminando riscos e criando uma sensação de esfumaçado liso e homogêneo.

Primeiramente, antes de usar o esfuminho, o desenhista deve tentar alcançar a textura e o tom desejado somente com o lápis. Isso será feito com calma, usando um lápis bem apontado, de forma lenta e cuidadosa. Uma vez alcançado a textura e o tom desejados, pode ser usado o esfuminho, caso seja necessário.

Sombreamento – usando papel higiênico

O papel higiênico é outra ferramenta, de custo baixíssimo, que pode ser usada para esfumaçar o desenho.

Diferentemente do esfuminho, o papel higiênico é ótimo para ser usado em áreas grandes de papel.

A maneira de usar é simples: pegue um pedaço de papel higiênico bem macio, dobre-o repetidas vezes e passe em cima das áreas com alguma camada de grafite. Isso fará com que o grafite se espalhe sobre a superfície do papel.

Sombreamento – usando pincel

O pincel é ótimo para sombrear seu desenho a grafite também. Nesse caso, devemos usar o pincel com cerdas curtas, para espalhar grafite sobre a superfície do papel.

pincel para desenhar 1024x996 - Desenhar preto e branco - as 3 Principais Formas

A diferença entre o pincel e as outras ferramentas citadas antes é que, com o pincel, o esfumaçado é mais sutil, além de que mantem a textura e os traços feitos com o lápis. Ou seja, é ótimo para desenhar materiais e superfícies texturizadas, como por exemplo madeira, cabelos e pelos, peles enrugadas ou altamente porosas, entre outros.

Uma observação: o que recomendo é comprar um pincel comum e, com uma tesoura, cortar os pelinhos dele, deixando as cerdas bem curtas, como na figura acima.

Desenhos estilizados com grafite

Claro que não existe somente um tipo de desenho a grafite. A imaginação é o limite, e muito pode ser feito usando técnicas de grafite.

desenhar preto e branco desenho estilizado 988x1024 - Desenhar preto e branco - as 3 Principais Formas

Uma técnica que gosto muito é fazer o esboço de um desenho com lápis bem claro (um lápis H, por exemplo) e, em seguida, preencher sombras e contornos mais escuros diretamente com o lápis 2B ou até mesmo 4B, de maneira muito rústica. Isso pode dar um efeito interessante ao seu desenho. Observe o desenho de uma mão, ao lado. Ele está completamente estilizado, feito com lápis HB e 2B somente.

Uma outra opção para estilizar seu desenho a grafite é fazer hachuras, no lugar de sombreado.

As hachuras são mais usadas no desenho a nanquim, mas nada impede que as usemos no desenho a grafite também, inclusive podendo misturar hachuras com sombreado, criando estilos únicos de desenho.

Mais sobre hachuras neste link aqui.

Segunda Forma: Desenhar preto e branco com carvão

A segunda forma de se desenhar preto e branco que considero importante abordar é o desenho a carvão.

Eu já fiz alguns desenhos a carvão quando era bem novo e, mesmo sem uma técnica muito aprimorada, consegui fazer alguns quadros interessantes (considerando que estamos falando de um menino de uns 14 anos). Observe abaixo um desses quadros.

desenhar preto e branco desenho a carvao 1024x735 - Desenhar preto e branco - as 3 Principais Formas

No quadro acima foi desenhada uma paisagem usando SOMENTE bastões de carvão vegetal, lápis H e uma borracha comum.

Usando barras de carvão vegetal

desenhar preto e branco barras de carvao vegetal 1024x861 - Desenhar preto e branco - as 3 Principais Formas

Esses bastões de carvão (mostradas ao lado) podem ser usadas de diversas maneiras.

No caso do quadro, primeiramente foi feito o contorno das árvores e demais formas com lápis H. Depois, foi utilizado o carvão para escurecer, seguido da borracha para abrir áreas claras.

A vantagem é que o desenho é feito muito rapidamente, já que o carvão se espalha com muita facilidade sobre o papel.

O lado ruim é que é muito fácil borrar seu desenho, além de que o carvão com certeza vai sujar sua mão.

Usando lápis de carvão

desenhar preto e branco lapis nero cretacolor 975x1024 - Desenhar preto e branco - as 3 Principais Formas

Uma alternativa às barras de carvão são os lápis de carvão. Esses lápis não são feitos de carvão somente, possuindo geralmente uma camada de cera ou outro material junto, fazendo com que seja mais fácil desenhar. Um exemplo de marca muito boa para lápis de carvão é a Nero Cretacolor (figura ao lado).

Se utilizarmos o lápis de carvão, será possível perceber que ele não borra tanto o desenho, se comparado com as barras de carvão vegetal.

Por causa dessa característica deles, é muito melhor desenhar detalhes menores de um desenho a carvão usando o lápis do que usando as barras.

Uma característica que notei nesses lápis é a dificuldade de apagar seus traços com a borracha. Deve-se ficar atento a isso, já que será difícil corrigir erros e manchas no desenho.

Usando pó de carvão

Uma última alternativa, quando estamos falando de desenho com carvão, é utilizar o pó de carvão para desenhar.

Para fazer isso é fácil: basta lixar o carvão que você tiver e deixar o pó em cima de uma folha ou recipiente. Em seguida, pegue um pincel bem macio, coloque no pó de carvão e use-o como se fosse uma tinta em seu desenho. Essa técnica é ótima para escurecer áreas grandes, criando um preto bem preto mesmo, muito mais escuro do que qualquer lápis grafite (que costumam ser acinzentados). Recomendo, inclusive, que o pincel seja um pincel de maquiagem (são ótimos, muito macios).

Potencialidades do desenho a carvão

As três maneiras de se desenhar com carvão não devem ser usadas separadamente , mas em conjunto. Se você dominar as três técnicas listadas acima, seu desenho tem potencial para ficar muito bonito e impressionante.

Vale ressaltar ainda que, quando usado o carvão junto do grafite, pode-se obter efeitos realistas impressionantes, principalmente se você dominar ambas as técnicas. Observe abaixo o desenho.

desenho preto e branco a carvão reginaldo artes - Desenhar preto e branco - as 3 Principais Formas

Esse desenho foi feito pelo artista Reginaldo Borges, que possui um curso online de desenho (curso de desenho Reginaldo Artes). Nesse curso, para iniciantes, é possível aprender não somente como desenhar com grafite, mas também como desenhar com carvão. No curso avançado é feito passo a passo o desenho acima, usando as técnicas de carvão explicadas neste post.

Concluindo o desenho a carvão

finalizando o desenho com spray fixador 1 768x1024 - Desenhar preto e branco - as 3 Principais Formas

Por fim, deve-se sempre lembrar de usar o spray fixador (figura ao lado) nos desenhos a carvão. Esse spray impede que o desenho, uma vez finalizado, seja borrado quando alguém colocar o dedo ou algum objeto em cima.

O spray deve ser agitado antes e então borrifado sobre o desenho. Recomendo que o quadro/folha esteja na vertical, já que o spray pode formar algumas gotas que, se caírem no desenho, podem acabar criando manchas.

Reforço ainda que o spray deve ser usado também em desenhos a grafite, mas PRINCIPALMENTE em desenhos a carvão, visto que esses mancham com mais facilidade, especialmente áreas feitas com os bastões de carvão vegetal.

Mais sobre a utilização do spray fixador no Curso Reginaldo Artes.

Terceira Forma: Desenhar preto e branco com nanquim

A última forma de se desenhar preto e branco que irei abordar é o nanquim.

O nanquim é uma tinta, de origem chinesa, que possui partículas de carvão em sua composição. Por isso, como qualquer um pode imaginar, ela é preta.

É usada em desenhos, mas também usada em pinturas e na escrita.

Bom, e como desenhar com nanquim? Existem algumas maneiras. Primeiramente recomendo que você faça o traço ou esboço de seu desenho, marcando todas as sombras, com lápis H ou HB. Depois disso, o desenho deve ser modelado. A forma mais comum de se fazer isso é com hachuras.

caneta bico de pena - Desenhar preto e branco - as 3 Principais Formas

O material usado pode ser uma caneta nanquim ou, ainda, uma caneta do tipo bico de pena. Essa caneta é um pouco diferente, lembrando muito mais um pincel. Geralmente ele tem a ponta de ferro, que faz um traço mais grosso, quando fazemos força, ou um traço mais fino, quando não fazemos muita força. Diferentemente de canetas normais, o bico de pena precisa ser molhado na tinta para desenhar, igual um pincel mesmo.

Falemos um pouco das hachuras agora.

Desenho a nanquim com hachuras

Hachuras são linhas, geralmente paralelas, que são usadas para fazer o sombreamento do seu desenho. Quanto mais próxima uma linha estiver da outra, a área ficará mais escura. Áreas claras tem linhas mais afastadas.

As linhas não precisam seguir o mesmo padrão sempre. O que quero dizer é que podemos usar linhas paralelas, mas também linhas trançadas (paralelas horizontais junto de paralelas verticais), além de inúmeros outros padrões. Observe abaixo um desenho a nanquim usando hachuras.

desenho a nanquim com hachuras 735x1024 - Desenhar preto e branco - as 3 Principais Formas

Nesse desenho, também feito por mim há muito tempo, temos diversos tipos de hachuras, em vários trechos do desenho.

Muitas delas, inclusive, apresentam-se de forma bem irregular, como por exemplo no céu ou até mesmo no chão do desenho.

Um pequeno cuidado que devemos ter ao desenhar com nanquim é para não borrar o desenho, já que estamos lidando com uma tinta. Além disso, temos que ter cuidado para não sobrepor as hachuras e formar áreas mais escuras do que deveriam.

Isso aconteceu um pouco no desenho ao lado, e pode ser observado quando olhamos para a parede de alguns prédios do desenho e percebemos algo que parece ser uma divisória, ou emenda.

Essas emendas são hachuras sobrepostas, que acabam causando uma impressão de que a parede não é homogênea, porem emendada, dividida.

Se você for fazer um desenho a nanquim, tome muito cuidado com esses detalhes =)

Pontilhismo com nanquim

desenho pontilhismo 1 786x1024 - Desenhar preto e branco - as 3 Principais Formas

Uma técnica que pode ser usada com outros materiais, mas que fica excepcionalmente bonita com o nanquim, é o pontilhismo. Eu considero o pontilhismo um tipo específico de hachura, onde fazemos pequenos pontos ao invés de traços e linhas.

Nos desenhos com pontilhismo, quanto mais pontinhos você colocar, mais escura ficará aquela área. Dessa forma, podem ser feitos desenhos incríveis e muito bonitos usando apenas um lápis H ou HB e uma caneta nanquim (ou uma bico de pena). Observe o desenho ao lado, feito por mim, todo com pontinhos.

A única desvantagem desse método, acredito, é a demora e a paciência necessária. Quanto à dificuldade, acho relativamente fácil, se comparado a desenhos realistas com grafite e carvão, por exemplo.

O nanquim aguado

Um última técnica que eu gostaria de citar, mas que não envolve exatamente desenho, é o nanquim aguado. Digo que não envolve muito desenho porque é uma técnica de pintura. Ainda assim, como é usada a tinta nanquim, resolvi citá-la aqui.

A técnica consiste em misturar nanquim com água, em diferentes concentrações, em diferentes recipientes. É feito o esboço/traço do desenho e, depois, pinta-se o desenho com os diferentes tons de cinza e preto obtidos com as misturas.

O resultado é um desenho preto e branco que parece uma pintura, mas que é monocromático (apresenta uma só cor).

É uma técnica difícil de se aprender e dominar, de forma que é um pouco difícil encontrar artes com nanquim aguado profissionais por aí, e mais difícil ainda encontrar cursos específicos sobre essa técnica. Vale a pena tentar e se aventurar, no entanto 😉

Técnicas mistas

Por fim, não devemos esquecer das técnicas mistas, que podem envolver o grafite, o carvão, o nanquim e até mesmo outras tintas e materiais, para fazer desenhos preto e branco.

Carvão e grafite

Essa combinação é ótima para se fazer desenhos realistas super impressionantes. O esboço é feito com lápis claro (H, HB) e as sombras médias são feitas com grafite, deixando áreas mais escuras para o carvão.

Deve-se atentar ao fato de que, dependendo do seu material, o carvão não irá se misturar direito com o grafite. Assim, segundo algumas experiências minhas, geralmente quando passamos o carvão primeiro e depois o grafite, o efeito é muito bom e os dois se misturam direitinho.

A forma de se trabalhar os dois em conjunto é semelhante ao desenho com grafite somente. Usa-se o esfuminho para esfumaçar e sombrear o desenho, além do papel higiênico e do pincel com cerdas curtas.

A maior vantagem desse método é que ele permite dar ao seu desenho um tom bem escuro, por causa do carvão, sendo ótimo para desenhos que tenham muitas sombras densas.

Nanquim com grafite e/ou carvão

Podemos ainda usar a tinta nanquim para fazer detalhes muito negros em nossos desenhos a grafite ou carvão. O nanquim é ótimo para fazer detalhes minuciosos, nítidos e negros.

Assim, um exemplo de onde poderíamos empregar essa técnica é no desenho de um olho. Se você quiser chamar a atenção aos cílios, ou a alguma área negra na pupila, pode-se usar uma caneta nanquim.

Lembrando sempre que o cuidado aqui deve ser redobrado, já que não será possível apagar a tinta.

A caneta gel branca

A caneta gel branca, como o nome sugere, é uma caneta branca. Ela deverá ser usada de forma semelhante à caneta nanquim, só que nesse caso usaremos a caneta para reforçar áreas muito claras, como brilhos.

Deve ser usada com extrema cautela, já que também não poderá ser apagada. Faça pequenos pontinhos com essa caneta no seu desenho (seja ele um desenho a grafite, carvão ou nanquim), criando pequenos brilhos.

Vale relembrar ainda que, para fazer pequenos brilhos intensos, a caneta borracha elétrica também é uma ótima opção.

Aprenda mais sobre desenho

Caso você tenha interesse em aprender mais sobre desenho, especificamente sobre desenho realista, recomendo que dê uma olhadinha no meu e-book Introdução ao Desenho Realista, onde apresento para você técnicas de desenho preto e branco realistas. Neste e-book você pode acompanhar o desenvolvimento de um de meus desenhos passo a passo e, além do mais, é gratuito. Pega aí e me diz o que achou! Foi feito com carinho 😉

Resumo

Vimos que as principais maneiras para desenhar preto e branco são o desenho a grafite, carvão e nanquim.

Primeiramente é importante saber fazer o esboço/traço do desenho, sempre com um lápis bem claro.

Depois dessa etapa é feito o modelamento do seu desenho (o sombreamento, dando o volume e aquela sensação 3D ao desenho). Nessa etapa podemos fazer o desenho todo com grafite, usando esfuminho, papel higiênico e pincel de cerdas curtas para esfumaçar, o que já seria suficiente para criar desenhos preto e branco incríveis.

Podemos ainda fazer desenhos a carvão, usando bastões de carvão vegetal ou, ainda, lápis de carvão. Da mesma forma que o grafite, o carvão será usado para sombrear e será esfumaçado, usando os mesmo materiais (esfuminho, papel higiênico e pincel de cerdas curtas).

Importante ressaltar que o desenho a carvão é fácil de manchar, então ao final do desenho devemos usar o spray fixador, para evitar danos à sua arte.

Vimos ainda o desenho a nanquim, que pode ser feito de diferentes formas:

  • usando hachuras, que são linhas paralelas ou trançadas;
  • através do pontilhismo, que consiste em sombrear seu desenho com pequenos pontinhos;
  • usando a técnica do nanquim aguado, que consiste em misturar nanquim e água.

Somado a isso tudo, é possível ainda utilizar técnicas mistas, que envolvem o grafite, o carvão, o nanquim e até mesmo outros materiais, como a caneta gel branca.

É isso por enquanto!

Gostou do post meu camarada? Compartilhe, comente e desenhe 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *